segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

RIBEIRA - 224

A PRINCESA
A história de Maria Madalena, por mais que se rebusque, vamos encontrar apenas o que os autores de livros medievais se confundem ao afirmar de que ela era a mulher que, certa vez, lavou os pés de Jesus Cristo. No entanto, rebuscando a história do tempo de Jesus, encontramos umas afirmações de que Madalena teve uma filha por nome de Sara, daí surgindo a alegoria do Santo Graal, um cálice que seria o ventre da própria Maria Madalena e o Sangue Real que seria Sara, nascida na França ou Gália, como era chamada a região onde a menina nasceu. Sara significa: Princesa, no hebraico. Ou mesmo Raínha. Na França se comemora na cidade de Santa Maria do Mar, entre os dias 22 e 25 de Maio uma festa em honra a Santa Sara. Acredita-se que a menina era de procedencia egipcia o que leva a ter uma cor escura, queimada pelo sol e que por isso lhe adotaram o sobrenome de Kali, também chamada "rainha preta". No entanto, esta cor escura que tinha a menina era proveniente tão somente do sol. De uma forma ou de outra a menina ou jovem já era igual ou talvez uma princesa e foi dada à luz por Maria Madalena, ou no Egito ou mesmo na França na provincia de Santa Maria do Mar. Com o passar dos séculos, Sara foi santificada pela Igreja Católica.
As lendas tem muitas versões, por isso são lendas. Levando-se em consideração o enígma dessa lenda, Maria Madalena era o cálice sagrado (Santo Graal), porque trazia em seu ventre o sangue real, a semente de Jesus. Ela teria passado algum tempo em Alexandria, no Egito e Sara sua filha e de Jesus constutuindo-se na linhagem sagrada. Maria Madalena, por motivo desconhecido fugiu para a Gália com Sara (?) e José de Arimatéia. Lá foram acolhidos pelos moradores, incluindo ciganos. Hoje, Santa Sara é reverenciada pelos ciganos. No entanto, em outras publicações, não se dá o nascimento de Sara no Egito. Diz o estudo que Maria Madalena estava grávida quando Jesus foi crucificado. Para a segurança do filho ainda não nascido de Cristo., ela não teve escolha senão fugir da Terra Santa. Com a ajuda do tio em que Jesus tinha grande confiança, José de Arimatéia, Maria Madalena secretamente viajou para a França, que na época era conhecida como Gália. Ali encontrou refugio seguro na comunidade judaica.Foi na França que deu à luz a uma filha, cujo nome era Sara. O certo é que Sara existiu e foi o fruto da união de Jesus e Madalena.

Um comentário:

febianestrela disse...

se é verdade porque a igreja catolica esconde,e fala que maria madalena foi uma prostituta,que jesus perdoou,sendo que ela era a mulhe dele e teve uma filinha com ele e que chama sara.